#3 Eu é mais…Design. – A evolução do design e das marcas.
Dezembro 9, 2021
Stand with Ukraine
Março 1, 2022
Mostrar tudo

#4 Eu é mais…Tecnologia. – O que o marketing digital poderá mudar com a 5G

Entrámos em 2022 com o lançamento da rede 5G em Portugal. Resumindo, e não me querendo focar nesta tecnologia propriamente dita, esta é uma tecnologia que irá disponibilizar velocidades de Internet até 10 vezes mais rápidas do que as oferecidas atualmente. 2022 será o primeiro ano em que se fará sentir o impacto da 5G, em Portugal, mas o que poderá isto mudar no marketing digital?

A diferença principal que as pessoas irão sentir com a rede 5G será o aumento da velocidade, o que por sua vez, irá aumentar as expetativas dos utilizadores de smartphones.

Quando os utilizadores se habituam a novas velocidades, estes vão tornar-se menos tolerantes a sites lentos para carregar e navegar. Já sabemos, que se um site leva mais de 3 segundos, a grande maioria dos utilizadores fecha-o e procura um site alternativo. Pode-se prever então, que os sites que não sejam otimizados neste sentido terão maiores taxas de rejeição e por consequência, menos vendas.

À medida que a velocidade se torna cada vez mais importante, podemos também esperar que o Google e outros motores de pesquisa aumentem a importância que dão à velocidade como um fator de classificação.
Outra grande mudança que iremos sentir, será a importância que os smartphones irão ter. Com o aumento das capacidades da 5G, irá fazer com que os pacotes de dados ilimitados sejam uma opção acessível para a maioria de utilizadores de smartphones. Por consequência, prevê-se ainda mais a utilização dos smartphones em degradação dos computadores de secretária ou portáteis.

Isso também significa que a experiência do utilizador do smartphone se tornará, a preocupação mais importante para o design e estratégias de conversação de vendas. Por exemplo, a utilização de vídeos 360º em 4k, para demonstração de produtos numa loja online, ou mesmo a possibilidade de interação com um determinado produto através de realidade aumentada ou realidade virtual.

Estas mudanças irão mudar o paradigma de desenvolvimento de sites ou Apps, com tendência a alterar-se para “mobile first”. Em vez de pensarmos primeiro os sites para pc ou portátil e depois os adaptarmos, iremos pensar primeiro no “mobile” e as empresas que não se atualizem, serão as primeiras a perder a corrida para os concorrentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

//]]>